sexta-feira, 18 de abril de 2014

Motociclista alcoolizado tenta se passar por policial

Motociclista tenta se passar por policialUm motociclista alcoolizado foi encaminhado à delegacia após se envolver em uma colisão. Testemunhas afirmam que após o acidente ele tentou se passar por policial civil. Confira:

Veja outros vídeos do Barra Pesada.

Bandido é baleado por polícia durante assalto a ônibus

PM evita assalto em coletivoDois homens anunciaram um assalto dentro de um ônibus no bairro Castelão, em Fortaleza. Quando eles se preparavam para agir, foram surpreendidos pelo ato heroico de um policial descaracterizado que baleou um dos criminosos, resguardando a vida dos passageiros. Veja o caso:

Veja outros vídeos do Barra Pesada.

Mais notícias

Image-0-Artigo-1593797-1
Lavras
Assalto termina com três baleados
Um assalto contra uma topique no município de Lavras da Mangabeira, terminou com um soldado da PM e dois acusados do roubo baleados. Os dois ladrões foram autuados pela delegada Virgínia Ferreira por assalto e tentativa de homicídio. O militar e os acusados feridos não correm risco de morte.
Execução
Comerciante é morto na frente da mulher
A Polícia ainda não identificou os acusados de matar o comerciante Elinaldo de Araújo Rodrigues, 34. Elinaldo chegava em casa com a mulher e a filha, na noite de quarta-feira (16), município de Horizonte, quando foi perseguido e morto.

Detentos farão reforma da cadeia

ARACATI
A cadeia pública de Aracati será reformada pelos próprios internos da unidade. O local, que ficou parcialmente destruído após rebelião ocorrida na última terça-feira (15), teve interdição solicitada pela Comissão de Direito Penitenciário da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Ceará (OAB-CE).
Em nota, a Secretaria de Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) garantiu que a cadeia será reconstruída pelas mãos dos próprios detentos. "A Sejus informa que terça-feira (22) inicia a reforma geral da cadeia publica do município de Aracati que usará a mão de obra dos próprios internos", diz o documento.
A OAB também planejava ingressar com ação civil pública para a construção de uma nova unidade prisional no município. A decisão foi anunciada na quarta-feira (16) pelo presidente da Comissão, Márcio Vitor Albuquerque, depois de avaliar os estragos deixados no prédio pela rebelião de presos.
Vistoria
Em visita realizada à unidade em 16 de janeiro, a Comissão da OAB afirmou ter constatado situações de descumprimento da Lei de Execução Penal e das garantias dos direitos humanos.

AÇÕES CONTRA O CRACK

Áreas mais violentas serão monitoradas

Os equipamentos para a implementação do programa já estão sendo instalados em três bairros da Capital

POLICIA
As quatro equipes que atuarão no São Miguel iniciaram a ocupação do bairro, na tarde de ontem. Os policiais, que se deslocarão em dois automóveis e duas motocicletas, vão ficar no local durante as 24 horas do dia
FOTO: KLÉBER A. GONÇALVES
A Polícia Militar do Ceará lançou, na tarde de ontem, o programa “Crack: é possível vencer”, que será implantado, inicialmente, nos bairros São Miguel (Grande Messejana), Genibaú e Vicente Pinzón com o objetivo de zerar o tráfico de drogas nestas áreas onde os índices de delitos estão entre os mais altos de Fortaleza. Uma das iniciativas, na parte ostensiva, será a instalação de nove câmeras de vigilância em cada bairro, que irão gerar imagens repassadas à PM, em tempo real.
A iniciativa visa também, combater outros crimes que estão ligados à venda de drogas, como roubos e homicídios. O programa é do Governo Federal e terá apoio dos governos Estadual e Municipal.
Segundo o coronel Cláudio Mendonça, comandante do Ronda do Quarteirão, a operação será montada em três pilares básicos, que são a prevenção, o cuidado e a presença das autoridades. Mendonça explicou que esses bairros serão ocupados pela Polícia, para que o Programa possa funcionar.
Vício
“Vamos receber apoio da Prefeitura para o tratamento de dependentes químicos. Eles são uma grande preocupação nossa, enquanto Polícia, porque muitas vezes só cometem crimes para sustentar o vício. A retirada destas pessoas do vício passa pela prevenção e pelo cuidado, mas para que esses dois quesitos funcionem, é preciso que a presença das autoridades esteja consolidada no bairro”, disse o oficial.

Dentre as políticas públicas que serão desenvolvidas dentro do Programa estão a restauração de espaços de lazer, melhorias na iluminação pública e palestras sobre educação sexual e contra as drogas.

No que diz respeito ao videomonitoramento, o oficial explicou que “as imagens serão vistas em um equipamento montado dentro de um micro-ônibus, que ficará em cada um dos bairros. As pessoas que estão no veículo irão acionar uma das quatro equipes que estarão na área 24 horas, em caso de ocorrências”, explicou Mendonça.

Ao todo, 120 militares foram treinados como Promotores de Polícia Comunitária. Eles irão se revezar em equipes de 10 policias, que farão rondas constantes em duas viaturas e duas motocicletas. O comandante do Ronda disse estar otimista e aguarda excelentes resultados. “Ao zerar o tráfico nessas comunidades estaremos produzindo uma redução substancial na violência de toda Fortaleza”, afirmou o comandante do Ronda.

Caucaia, Maracanaú e Juazeiro do Norte também vão receber o programa, mas ainda não há data prevista para o lançamento. Em Fortaleza, a previsão é que todo os sistema esteja funcionando no dia 29 deste mês.

Os moradores do São Miguel saíram de suas casas para saber o que estava acontecendo, quando a Polícia chegou. “Eu não sabia de nada. Câmera é? E isso funciona para quem comete crime cobrindo a cara? Sei não, mas acho que daqui a uma semana já terão quebrado todas. A Polícia precisa mudar de estratégia, porque têm dias que os bandidos não deixam nem eles entrarem aqui, quando mais filmarem”, disse uma moradora do bairro (identidade preservada).

Uma outra mulher, que mora no local há 25 anos, disse que apoia todas as iniciativas de combate à violência. “Aqui são muitos tiroteios, homicídios e assalto. Não é importante ter Polícia aqui 24 horas, é necessário. Espero que não façam como a viatura RD-1086, que rodou por um tempo aqui, mas depois sumiu”.
Márcia Feitosa
Repórter

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Juiz regulamenta entrada de presos

MUNICÍPIO DE CRUZ
A entrada de presos no sistema prisional de Cruz (distante 235 km de Fortaleza) só poderá ocorrer com a autorização prévia, expressa e por escrito do juiz Saulo Gonçalves Santos, que está respondendo pela Comarca e também desempenha a função de juiz da execução penal e corregedoria dos presídios na unidade judiciária daquele município.
A decisão tem como objetivo controlar a entrada de detentos na cadeia pública, manter a segurança das pessoas que lá se encontram e a ordem do local. O magistrado, determinou, ainda, que nenhum preso será transferido de outras cadeias públicas sem a autorização.
O magistrado levou em consideração a Lei de Execução Penal (nº 7.210/84), o Código de Organização Judiciária do Estado (nº. 12.342/94), determinação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e decisão do desembargador Mário Parente Teófilo Neto, proferida no último dia 11 de março.
A decisão do desembargador Mário Parente denegou mandado de segurança impetrado pelo Estado contra a Portaria nº 5/2013, do Juízo da Corregedoria dos Presídios. O documento determina que é competência do juiz da Vara de Execuções Penais e Corregedoria de Presídios autorizar ou não o ingresso e saída de presos oriundos do Interior do Estado.
A determinação leva em consideração também a carência de recursos humanos existentes no estabelecimento prisional da Comarca de Cruz, responsáveis por prestar a segurança dos presos e dos funcionários do local.
Considera, ainda, que neste mês foram transferidos nove presos da Comarca de Marco após uma rebelião. A transferência causou problemas com os detentos da cadeia local, provocando graves ferimentos em um eles.
Na Portaria, publicada no Diário da Justiça Eletrônico da última terça-feira (15/04), prevê que o não cumprimento da medida poderá configurar crime de desobediência, abuso de autoridade ou responsabilidade.
arte

Polícia evita homicídio e captura 4 suspeitos

AIS 1
Uma operação realizada, ontem, na Área Integrada de Segurança Integrada (AIS) 1, resultou na prisão em flagrante de quatro suspeitos de roubo de um veículo no cruzamento das avenidas Sargento Hermínio com Theberge, bairro Presidente Kennedy. Segundo a Polícia, os acusados estavam com uma lista de pessoas marcadas para morrer.
Segundo a Polícia, Jenilson Cardoso Soares,22, Nailton de Moura,23, Antônia Camila Alves,19 e um adolescente de 17 anos foram detidos após roubarem um Honda Fit de cor cinza. Os suspeitos afirmaram aos policiais que tinham roubado o carro para realizar um homicídio no bairro Jurema.
Segundo o tenente-coronel Francisco Souto, comandante do 5º BPM, os quatro foram capturados com um revólver e uma lista contendo o nome de cinco pessoas marcadas para morrer. O adolescente foi encaminhado a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e os outros três para o 7ºDP (Pirambu).
Conforme o oficial, a operação foi iniciada na última terça-feira (15) após denúncias de roubo de veículos na região. No mesmo dia, a Polícia recuperou dois automóveis, um Peugeot, roubado na Parquelândia e um Gol, tomado de assalto no Rodolfo Teófilo. Ontem, além do Honda Fit, um Eco Sport levado do São Gerardo foi recuperado.