segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Homem encontra arma dentro de lixo

Um caso semelhante ocorreu na última quarta-feira
Dias após um homem encontrar uma espingarda na calçada de sua residência, uma submetralhadora por outro indivíduo na tarde do último domingo (23), no bairro Jangurussu. A arma estava dentro de um lixo.
Ao encontrar o objeto, ele comunicou à polícia que foi ao local resgatar o material. Após análise da perícia, será possível descobrir se o objeto estava escondido ou tinha sido descartado. 
No outro caso, ocorrido na última quarta-feira (19), a arma foi encontrada em uma calçada no bairro Passaré. A polícia acredita que ela tenha sido roubada de um policial. 

PRF prende dois homens com 109 quilos de cocaína na Grande Fortaleza

Homens mantinham a droga escondida em malas em ônibus interestadual.
Passageiros viajavam de Belém a Fortaleza e foram levados a delegacia.

Do G1 CE
Suspeitos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal em Fortaleza (Foto: PRF/Divulgação)Suspeitos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal em Fortaleza (Foto: PRF/Divulgação)
Polícia Rodoviária Federal prendeu nesta segunda-feira (24) dois suspeitos de tráfico interestadual de drogas e apreendeu 109 quilos de substância análoga à cocaína, divididos em 109 tabletes. De acordo com a PRF, a apreensão ocorreu durante uma fiscalização de rotina na BR-222, na cidade de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza.
A droga foi encontrada na mala de dois passageiros que faziam o percurso entre Belém e Fortaleza. A droga apreendida e os suspeitos presos foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal em Fortaleza.
Eles vão responder por tráfico interestadual de drogas; se condenados, podem receber pena de até 15 anos de prisão.
Em 2014, a Polícia Federal apreendeu mais de três toneladas de drogas no Ceará. A Polícia Civil realiza até outubro de 2014 a apreensão de mais de quatro toneladas de drogas, a maior parte dela (duas toneladas) apreendida em uma única operação, em 9 de novembro.

PF pericia celular de aluno que diz ter recebido redação do Enem no Ceará

PF vai averiguar a autenticidade das mensagens recebidas pelo celular.
MPF-CE ainda espera ouvir 3º aluno que diz ter recebido tema da redação.

Verônica PradoDo G1 CE
Candidato diz ter recebido tema da redação do Enem às 11h50 (horário de Brasília) (Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)Candidato diz ter recebido tema da redação do
Enem às 11h50 (horário de Brasília)
(Foto: TV Verdes Mares/Reprodução)
A Polícia Federal no Ceará realiza perícia no aparelho celular de um dos estudantes que diz ter recebido mensagem de áudio e de texto com o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014, durante a realização da prova. O aparelho celular foi encaminhado nesta sexta-feira  (21), pela procuradora Nilce Cunha Rodrigues, do Ministério Público Federal no Ceará (MPF-CE).
Também na sexta-feira, o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), José Francisco Soares, enviou ofício ao MPF apresentando o protocolo de segurança estabelecido pelo Inep na elaboração e aplicação das provas do Enem. O Inep enviou dois procuradores para conversar com a procuradora Nilce Cunha e acompanhar as investigações sobre o suposto vazamento do Enem.
Ofício
Em 19 de novembro, O MPF-CE enviou ofício ao presidente Inep solicitando informações sobre medidas de segurança adotadas pelo órgão em razão das denúncias de suposto vazamento do tema da redação do Enem. "No ofício, eu dei ciência dos fatos [ao presidente do Inep], das investigações que estão sendo realizados e pedi explicações sobre a suposta violação do sigilo da prova", disse a procuradora. 
Depoimentos
Dos três alunos do Ceará que afirmaram ter recebido mensagem de áudio ou de texto com o tema da redação, dois prestaram depoimento no MPF. O terceiro, apesar de já ter sido chamado para prestar depoimento, ainda não compareceu e nem deu explicações sobre a ausência.
Três alunos que conversaram com o G1  informaram que receberam mensagens pelo celular com o tema da prova antes ou durante a realização do exame. As provas do Enem ocorreram nos dias 8 e 9 de novembro.
Um estudante de 20 anos, que mora em Fortaleza, disse que chegou ao celular dele às 11h50 uma mensagem com uma imagem mostrando o tema da redação na folha de prova. "Antes de chegar à prova, uma hora e dez minutos antes eu recebi uma mensagem de um colega de Campina Grande. Se a mensagem chegou de outro estado, de São Paulo, então, ela deve ter se espalhado em vários estados ainda antes da prova", afirmou. Não sei se vou entrar com alguma representação na Justiça, vou conversar com meus pais e com a direção", afirmou.
Uma estudante do ensino médio de 17 anos afirmou ter recebido uma mensagem em áudio no celular às 15h11 (horário de Brasília) e a viu logo após sair do local de prova. O áudio era de um amigo que soube do tema por ter visto uma imagem do carderno de prova que chegou via celular no WhattsApp, segundo a aluna.
Um terceiro aluno declarou ao G1 que também recebeu uma mensagem às 15 horas no celular também por WhatsApp.
O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), José Francisco Soares, descartou, em Fortaleza, o cancelamento do Enem 2014 por causa de fraudes e suposto vazamento no Piauí. "Está completamente fora de cogitação", disse. "Não há nada que nos leve a essa direção'', afirmou. Quando Soares fez a declaração, não haviam denúncias formalizadas na PF ou MPF sobre o caso dos três alunos cearenses. 

Policial militar é detido com fuzil 25.11.2014

OPERAÇÃO
Image-0-Artigo-1747962-1
Eduardo Tomé, delegado adjunto da Roubos e Furtos (DRF), apresentou os detalhes da operação, ontem, na sede da Especializada
FOTO: SARA SOUSA
A Polícia Civil, através da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) juntamente com o Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP), sob o comando do delegado Luiz Carlos Dantas e com apoio da Polícia Militar, apresentou, ontem, o resultado de uma operação que culminou na prisão de um policial militar e mais cinco homens acusados de negociarem armas de grosso calibre.
Segundo a Polícia, o PM e também taxista Francisco José da Rocha Costa, que está afastado do serviço por problemas de saúde, foi preso com um fuzil calibre 556, de fabricação americana. A arma estava dentro do táxi. Junto com o policial estavam Raílson de Oliveira Santos e Francisco Pereira Filho.
Os três foram presos em um bar, no bairro José Walter, na última quarta-feira (19). De acordo com Eduardo Tomé, delegado adjunto da (DRF) os três confessaram a negociação e entregaram os outros envolvidos; Edvaldo Pereira de Almeida, Francisco Geová Oliveira Mata, que é cunhado do ex-detento, 'Carlos Mata Sete', morto neste ano, no presídio de Pacatuba.
Conforme a Polícia, Francisco Geová estaria negociando as armas que pertenciam a 'Carlos Mata Sete'. O sexto preso envolvido nas negociações era o corretor imobiliário Jordão Bezerra de Sousa, mais conhecido como 'Dan'. O suspeito já teria revendido outros dois fuzis, segundo o delegado Eduardo Tomé.

domingo, 23 de novembro de 2014

Polícia Civil e Cotar prendem oito acusados de tráfico em Quixadá

Operação Ostentação (1)Quixadá
Uma ação policial realizada por equipes da Polícia Civil e do Comando Tático Rural (Cotar) na manhã deste sábado, 22, denominada “Operação Ostentação”, prendeu oito pessoas, um deles homicida, na cidade de Quixadá. Em poder deles foram encontradas cocaína, crack e maconha, apreendidos dois notebooks, oito telefones celulares, uma balança de precisão e inclusive uma escopeta calibre 12. A Polícia cumpriu mandados de busca e de prisão nos bairros Campo Novo e Renascer, expedidos pelo juiz Fabiano Damasceno Maia.
Segundo a delegada Anna Claudia Nery, titular da Delegacia Regional da Polícia Civil foram presos Adonis Lopes Gonçalves, 25 anos, Cleber Alves de Lima, 28, conhecido por Dedé, Francisco Cleiton do Nascimento, 23, Welington Faustino Gomes, 23, vulgo “Pêra”, seu irmão Uedson Faustino Gomes, 20, Francisco Bruno de Sousa Freitas, 24, vulgo “Bob” e ainda Francisco Evanildo Lima, 36 anos, vulgo “Peixinho” e sua companheira Maria Aurinete Alves Silveira, 36 anos, conhecida como “Neta”.
Os policiais ficaram surpresos com a ostentação de alguns deles, expondo em seus celulares e notebooks boa quantidade de dinheiro, de armas, e até de garotas nuas. Por esses motivos, além do crime de tráfico, responderão também por aliciamento de menores e apologia ao crime. Além das drogas e das armas, juntamente com muito dinheiro, parte dele, R$ 1.100,00 foi apreendido. Contra um dos presos constava também um mandado de prisão em aberto contra “Peixinho”, por um homicídio praticado por ele em 2004 na cidade de Quixadá.
Na operação, as equipes do Cotar e da Polícia Civil também estavam à procura dos autores dos últimos homicídios praticados em Quixadá. Os criminosos, já identificados, não foram localizados, mas a delegada regional Anna Claudia Nery afirmou que as operações irão continuar até a região voltar à tranquilidade. Ela ressaltou a importância da colaboração da população através de denúncias anônimas para o fone (88) 3445.1047.

Morre idosa de 79 anos que foi jogada no chão e chutada durante assalto

Mulher, que era cadeirante, foi agredida no dia 10. Morte foi nesta sexta (21).
Crime aconteceu no Mendes, distrito de São José de Mipibu.

Do G1 RN
Idosa conta que foi jogada no chão e levou chutes dos criminosos  (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)No dia após as agressões, Alaíde relatou como foi espancada (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
idosa de 79 anos que foi agredida durante um assalto na manhã do dia 10 passado em São José de Mipibu, na Grande Natal, morreu nesta sexta-feira (21) no hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim. A confirmação da morte foi dada pelo delegado de São José, Elói Xavier. No dia do assalto, Alaíde Ferreira Neves da Silva foi espancada após os criminosos só encontrarem R$ 30 na casa dela.
O filho de Alaíde, Joaquim Ferreira Peres, pediu que a polícia mantenha as investigações para localizar e prender os assaltantes. "Acredito que minha mãe morreu por causa das pancadas que ela recebeu dos bandidos. Ela foi covardemente arrastada da sua cama e jogada no chão como se fosse uma coisa qualquer. Recebeu chutes nas costelas, foi pisoteada. Por causa do que eles fizeram com minha mãe, ela está morta e queremos justiça", falou.
No dia 11, em entrevista à Inter TV Cabugi, Alaíde Silva lembrou detalhes da ação dos criminosos. "Me jogou no chão e começou a me chutar com os pés".
A ocorrência registrada na Delegacia de Polícia de São José de Mipibu diz que dois homens chegaram na casa da vítima - um imóvel de taipa que fica na zona rural do município - e a chamaram no portão. Uma neta da idosa abriu a porta e os homens entraram e anunciaram o assalto.
A senhora - que estava deitada - foi jogada no chão e levou chutes dos criminosos. De acordo com a polícia, um dos homens estava armado e o tempo todo pedia o dinheiro do seguro. "Eles quebraram coisas da casa, como copos, pratos, reviraram tudo e encontraram apenas R$ 30", disse o agente de Polícia Civil Wellington Barbosa.  Na delegacia, a família informou que de fato um filho da idosa morreu em 2003 de acidente de carro, mas que ninguém recebeu nenhum seguro.
A Polícia Civil do Rio Grande do Norte informou que a neta da idosa não conseguiu passar as características dos assaltantes e os dois continuam foragidos.

Equipe da Regional de Quixadá prende mandante do crime contra o capitão

DIEGO CABEÇÃO.1 copy

Quixadá
A delegada Ana Claudia Nery e sua equipe conseguiu na tarde desta sexta-feira, 21, prender o suposto mandante do crime contra o capitão Joaquim Soares ocorrido no ultimo dia 12 no bairro do Campo Velho em Quixadá.
A prisão de Diego Tomé Maciel, 23 anos, conhecido popularmente por “Cabeção”, aconteceu entre as cidades de Quixadá e Quixeramobim, é o principal acusado de ter encomendado o roubo da arma do Capitão Joaquim Soares Leite. Segundo a Dr. Ana Claudia, durante o depoimento dos dois indivíduos acusados de matar o PM, os mesmos disseram que tinham sido contratados pelo Diego para roubar a arma do Capitão. Ainda no depoimento o menor envolvido disse que Diego tinha pagado uma quantia de 50 g de craque para pagamento pela arma do policial.
Após a prisão, Diego foi conduzido para o IML de Quixeramobim para fazer o exame de corpo delito. Logo em seguida foi levado para a cadeia pública de Quixadá. Segundo informações da PolíciaCivil o mesmo nega as acusações. 
Sertão é Noticia