sexta-feira, 6 de março de 2015

Segundo envolvido em execução no Ancuri é preso

Execução foi filmada e publicada nas redes sociais
Foi preso na tarde desta quinta-feira (5), o segundo envolvido no assassinato de Fábio Rodrigues da Silva, assassinado no dia 17 de fevereiro, no bairro Ancuri, em Fortaleza. 
Matheus Rodrigues da Rocha foi encontrado pela Polícia Civil e já foi encaminhado para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Fortaleza.
O crime foi gravado e divulgado nas redes sociais. No vídeo, quatro pessoas chegam em uma rua, onde a vítima estava sentada e realizam vários disparos à queima-roupa. A Polícia Civil acredita que a morte foi provocada pela disputa pelo território do tráfico de drogas na Região.

Quadrilha explode agência bancária

OCARA
Cinco homens armados explodiram uma agência bancária do Bradesco no município de Ocara, a 95 km de Fortaleza, na madrugada de ontem. Segundo informações da Polícia, os homens chegaram em um automóvel e detonaram os explosivos em um dos caixas eletrônicos.
Após a explosão, os suspeitos fugiram levando o dinheiro existente no caixa eletrônico detonado. A gerente do banco informou à Polícia que havia poucas cédulas, pois um carro forte havia recarregado a agência na semana passada.
Material explosivo
Uma equipe do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) esteve no local verificando a presença de algum material explosivo que pudesse apresentar algum risco à população, mas nada foi encontrado. Patrulhas dos municípios de Redenção e Morada Nova também foram acionadas ao local para realizar buscas. A Polícia segue realizando diligências nas regiões próximas ao ataque tentando prender a quadrilha que responsável pelo crime.

Corretor de imóveis detido com pornografia infantil

AUTUADO EM FLAGRANTE
Image-0-Artigo-1810303-1
Delegada Ivana Timbó, titular da Dececa, deu detalhes sobre a prisão do suspeito
FOTO: FABIANE DE PAULA
Image-1-Artigo-1810303-1
Eudery Furtado Themotheo Neto, 41,foi preso em flagrante por guardar vídeos com pornografia infantil
Um corretor de imóveis foi preso na casa dele, no bairro Cidade 2000, onde a Polícia encontrou material de pornografia infantil armazenado em CDs, DVDs, computador, cartão de memória e em um aparelho celular. De acordo com a delegada Ivana Timbó, titular da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), a Polícia foi ao local para apurar outra denúncia e acabou se deparando com a situação que considerou "de total perversão".
Segundo a delegada, o suspeito Eudery Furtado Themotheo Neto, 41, não tem antecedentes criminais, mas foi denunciado anonimamente pela prática de outro crime que a delegada não revelou qual era. No entanto, quando a Polícia foi checar a denúncia na casa do corretor havia todo este material que ele disse ter sido deixado lá por um parente que já morreu.
"Não dá para acreditar numa história dessas. É muito fácil colocar a culpa em um morto, que não poderá se defender. Vamos continuar investigando o outro delito e, caso se confirme a prática, ele estará muito mais complicado", disse Ivana Timbó.
A titular da Dececa revelou que as mídias continham cenas de sexo explícito envolvendo crianças. A imagem de Eudery Neto não aparece nas gravações apreendidas, mas a participação dele nas produções audiovisuais está sendo investigada.
"Acreditamos que ele recebia vídeos que aparentam ser compartilhados em redes sociais, mas vamos investigar se ele participou de alguma forma da produção destes vídeos. Por enquanto, ao que parece, ele apenas armazenava, porém isto também será visto com mais cuidado".
Autuado
O suspeito foi autuado em flagrante pelo artigo 241B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que pune quem "adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente".
A delegada disse que com a veiculação do nome e da imagem de Eudery Neto é possível que alguma criança tenha sido vítima dele e apareça. Ela lembra que é importante que os pais estejam atentos a mudanças de comportamentos de seus filhos e denunciem qualquer tipo de assédio cometido contra eles.
Timbó revelou que ficou pessoalmente abalada com as cenas que viu no material apreendido. "São cenas totalmente chocantes. A postura de quem guarda ou repassa coisas como aquelas é repugnante", afirmou.

Cinco homens são presos com fuzil de uso das Forças Armadas e 58 munições

EM PARAMOTI

A Polícia acredita que o bando se preparava para realizar assaltos naquela região

Fuzil
A Polícia acredita que os homens se preparavam para realizar assaltos na região
FOTO: VC REPÓRTER
Cinco homens foram presos na madrugada deste domingo (6), no município de Paramoti, com um fuzil, calibre 556, de uso exclusivo das Forças Armadas, e 58 munições. O grupo foi capturado após uma operação das Forças Táticas de Canindé, em parceria com composições da Polícia de Caridade e Paramoti. 
Os homens, identificados como Luis Coelho, Valdian do Nascimento, Abelardo de Lima,  Waslei Silveira e Ivan Renatelles, são todos de Pacoti, município próximo da localidade onde foram presos. A Polícia acredita que o bando se preparava para realizar assaltos naquela região. 
Os suspeitos foram conduzidos à Delegacia Regional de Canindé, onde serão ouvidos. A Polícia ainda não informou que os homens possuiam antecedentes criminais. 

Laboratório de drogas é fechado pela Polícia

MARACANAÚ

Uma denúncia anônima informou a localização de uma casa com mais de 41kg de drogas entre maconha e cocaína

Image-0-Artigo-1810299-1
No local, a Polícia apreendeu 23 quilos de maconha, 18,5kg de cocaína, 18 kg de um pó branco, uma estufa, duas prensas hidráulicas e uma pistola calibre ponto 45. Delegado Alexandre Ferraz deu detalhes sobre a operação
FOTO: SARA SOUSA
Agentes da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS-CE) desativaram um laboratório de drogas que funcionava em uma residência, no município de Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). No local, a Polícia apreendeu 23 quilos de maconha, 18,5kg de cocaína, 18 kg de um pó branco, uma estufa e duas prensas hidráulicas. O resultado da operação foi divulgado, ontem, na Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD).
A operação foi montada após a Coin receber denúncia anômica através do disque 181, na última quarta-feira (4), dando conta de que em uma residência localizada no bairro Parque Jari, em Maracanaú, havia uma movimentação muito suspeita de homens em carros e motos.
De acordo com o delegado Alexandre Ferraz, diretor da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas, conforme as informações repassadas para a Polícia, os suspeitos realizavam festas noturnas no local e passavam a madrugada com o som ligado, o que incomodava a vizinhança. O delegado explicou que o som alto durante a madrugada seria uma estratégia utilizada pelos suspeitos para amenizar o barulho produzido durante a fabricação dos entorpecentes.
Apreensão
Horas depois do registro da denúncia, uma equipe da Coin foi enviada ao local. Quando os policiais entraram na residência, que na verdade funcionava como um laboratório de drogas, se depararam com os entorpecentes, um pó branco (usado para misturar com a cocaína), medicamentos para homeopatia, ferramenta e outras substancias utilizadas pelos traficantes para o desdobramento da droga.
De acordo com o diretor da Divisão, a partir do material encontrado na residência, foi possível perceber que a quadrilha trabalha em grande escala. No local havia ainda duas prensas hidráulicas, uma estufa que era utilizada para secar a pasta da cocaína. Uma pistola .45, arma de uso restrito das forças armadas e munições de igual calibre.
Conforme o delegado Alexandre Ferraz, a Polícia não localizou nenhum suspeito. No entanto, as investigações serão mantidas com objetivo de capturar os homens responsáveis pelas drogas e para localizar quem são os fornecedores do bando.
Além do disque 181, a Polícia Civil disponibiliza o telefone 3472.1549 para que a população realize denúncias. Em ambos os números, a ligação é segura e anônima. O denunciante não precisa se identificar ao realizar o comunicado de um crime.
Fonte: DN

quarta-feira, 4 de março de 2015

Assaltantes de bancos capturados

INTERESTADUAL

Os três homens fariam parte de uma quadrilha interestadual especializada em assaltos a bancos

Image-0-Artigo-1808811-1
Conforme o delegado Raphael Vilarinho, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), o grupo estava em uma residência em Maracanaú, na Grande Fortaleza, se articulando para um próximo assalto à unidade bancária
FOTOS: ÉRIKA FONSECA
Image-1-Artigo-1808811-1
José Nilson ds Silva, o 'Nilsinho', possui nove mandados de prisão em sete estados brasileiros
Image-2-Artigo-1808811-1
Francisco Wilmário da Silva Queiroz, 33, conhecido como 'Camarão', responde a 20 procedimentos policiais
Image-3-Artigo-1808811-1
Francisco Pereira da Silva Júnior, conhecido como 'Júnior', já foi preso pelo crime de roubo
Três homens apontados pela Polícia como especialistas em ataques a agências bancárias foram presos quando se articulavam para cometer mais um crime. Em poder do trio a Polícia apreendeu um fuzil 7.62, munição e quase um quilo de droga. Os suspeitos estavam sendo investigados há cerca de uma semana e foram presos durante uma operação realizada pelas equipes das Delegacias de Roubos e Furtos (DRF) e Defraudações e Falsificações.
Um dos fatores que chamou a atenção da Polícia foi a quantidade de registros de procedimentos policiais contra o trio. José Nilson ds Silva, o 'Nilsinho', possui nove mandados de prisão em sete estados brasileiros como Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Paraná, Bahia e Espírito Santo. Além disso, José Nilson também é foragido de uma cadeia do Rio Grande do Norte e estava usando documento falso.
Já Francisco Wilmário da Silva Queiroz, 33, conhecido como 'Camarão', responde na Justiça a 20 procedimentos policiais. São crimes de receptação, três procedimentos por roubo, três por dano qualificado e seis por homicídios, além de uma adulteração de sinal de veículo automotor, falsificação de documento público, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo. Segundo o titular da DRF, delegado Raphael Vilarinho, 'Camarão' possui envolvimento no assalto ao Banco do Brasil do município de Miraíma. O ataque ocorreu em março de 2011.
O terceiro homem preso na operação foi Francisco Pereira da Silva Júnior, conhecido como 'Júnior'. Ele responde na Justiça por cinco crimes de roubo e também é suspeito de participação a um ataque ao banco no município de Redenção.
Conforme Vilarinho, o grupo estava em uma residência em Maracanaú, na Grande Fortaleza, se articulando para um próximo assalto à unidade bancária. Segundo o titular da DRF, a munição e o armamento em poder dos suspeitos possue alto poder de fogo.
Além do fuzil de uso restrito das Forças Armadas, a Polícia também encontrou seis munições da arma, que tem um grande poder de destruição. O trio foi autuado por associação criminosa, porte ilegal de arma de fogo, tráfico e associação para o tráfico de drogas. Todo o material apreendido será encaminhado à Justiça. Já os suspeitos estavam na DRF, e em seguida, foram levados para a Delegacia de Capturas e Polinter (Decap).
Especializados
O delegado ressaltou que a maioria dos bandos especializados em crimes contra unidades bancárias é "patrocinada" por traficantes. O trabalho da Polícia tem se intensificado em prender, não apenas os articuladores das ações criminosas, mas também quem fornece o capital para a compra de armas de grosso calibre e explosivos. Neste ano, foram nove assaltos a instituições financeiras, sendo que em cinco desses crimes foram utilizados artefatos explosivos.
O delegado ressaltou que devido às últimas prisões, a maioria dos especialistas nesse tipo de ações está presa e os ataques deste ano não tiveram êxito.
"São indivíduos de alta periculosidade e respondem a um rosário de crimes. O 'Nilsinho' só aqui no Estado do Ceará tem três mandados, os outros são integrantes da quadrilha dos 'Pipocas', que é um grupo criminoso investigado pela prática de ataques a carro-forte", explicou Vilarinho.
Alguns integrantes do bando dos "Pipocas" foram detidos no município de Russas, no dia 15 de janeiro, após atacar um comboio de carros-fortes. Na ação, a quadrilha trocou tiros com uma patrulha do Comando Tático Rural (Cotar) e fugiu para uma residência, onde fez reféns.
Após horas de negociação, os reféns foram liberados e cinco homens foram presos em posse de armas de guerra, como um fuzil AK-47, fuzis 556, espingardas, pistolas, 17 carregadores e 473 munições de diversos calibres, balaclavas e mais de 20 quilos de explosivos.
Jéssika Sisnando
Especial para Polícia

Capturado acusado de matar policial militar no José Walter

No IJF

Suspeito de tráfico e homicídios é preso
Um homem suspeito tráfico e homicídios no Conjunto Tancredo Neves recebeu voz de prisão, na noite da última segunda-feira, ao dar entrada no IJF ferido por tiro de metralhadora. Paulo Sérgio de Sousa Freitas apresentou um nome falso, mas acabou sendo descoberto pela Polícia.
Centro
Homem é detido após quebrar clínica
Um homem foi preso na tarde de ontem, após quebrar a recepção de uma clínica odontológica no Centro de Fortaleza. Milton Pontes Carneiro, 34, foi autuado em flagrante por lesão corporal, resistência e ameaça. Ele resistiu a prisão e lesionou as mãos de dois policiais militares.
Fiscalização
Dez motos apreendidas em blitz no Serviluz
Uma blitz realizada por policiais do Batalhão de Policiamento Turístico, da Delegacia de Proteção ao Turista e agentes da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), resultou na apreensão de mais de 10 motos irregulares no Serviluz. Buscas em coletivos também foram realizadas.
José Walter
Capturado acusado de matar policial militar
Uma ação realizada na última segunda-feira (2) por policiais do Batalhão de Policiamento e Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) resultou na prisão do acusado do homicídio que vitimou o soldado Samuel Rodrigues Tabosa. O militar foi morto no último dia 14 de janeiro.
Segurança
Crato está 30 dias sem registro de homicídios
A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social divulgou que não registra homicídios na cidade do Crato há 30 dias. Localizada na Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11), o município ocupa o segundo lugar em termos populacional e econômico na Região do Cariri.